sexta-feira, 11 de julho de 2014

Vexame Da Seleção Brasileira: Como Não Perder de 7


Vergonha da seleção é igual escândalo de igreja evangélica

Vexame da Seleção Brasileira E Sua Lição Principal


Pelo lado do futebol, vimos uma seleção que sabia o que fazer dentro de campo e outra que não sabia o que fazer. Uma seleção cheia de jogadas ensaiadas e outra que era um amontoado de homens sem nexo. Não quero me estender sobre a reformulação do futebol alemão e tudo que tem sido feito nos últimos anos para que vivessem a realidade de hoje. Quero apenas me ater a um fator que teve influência direta na elasticidade do placar: o fator treino.

Aquela formação brasileira só foi treinada por nada mais nada menos do que dez minutos. Em qualquer esporte amador, treina-se mais do que a seleção brasileira treinou nessa copa do mundo. O que dizer sobre lutadores de MMA e tantas outras modalidades em que a intensidade dos treinos é incrível? Estrelas do esporte como Michael Jordan, Zico, entre outros, davam aos exaustivos treinos a causa de todo o seu sucesso. Repetição, repetição, repetição leva à perfeição. A ausência dela, leva ao que vimos no vexame da seleção brasileira e sua derrota histórica para Alemanha.


O que isso tem a ver com um cristão de verdade?


Ninguém mantém uma vida devocional regular e acorda no dia seguinte disposto a pecar. A rotina de treinos (oração e leitura da Palavra) vai sendo quebrada aos poucos de maneira sutil. Um dia você deixa de orar porque chegou mais tarde devido ao engarrafamento. Teve que visitar um parente. Perdeu o dia na oficina pra consertar o carro. A fila do banco estava um horror. A criança passou mal. Bateu o sono. Etc etc etc; e um dia a menos de oração; outro dia a menos; outro dia. A indisciplina não traz resultados, traz fragilidade.

Alguns perguntam como voltar a jogar aquele velho e bom futebol. Como recobrar a antiga forma física. Não existe passe de mágica, é você que tem que ir à academia, puxar o ferro e dizer não a certos alimentos. É você quem tem que treinar cobrança de faltas, escanteios e pênaltis, todo dia, todo dia, todo dia. Espiritualmente falando, idem. É decidir fechar o Facebook e abrir a Bíblia. É decidir  não ver aquele seriado e assistir uma pregação. É decidir e dobrar os joelhos, nem que seja por míseros quinze minutos. Não será a vontade que trará a disciplina, mas a disciplina que trará a vontade. 

Isso fica claro quando começamos a treinar sem tanta motivação e ela surge a partir dos primeiros progressos. Os pequenos resultados são o combustível para manter a rotina de treinos. Não espere ter vontade de orar. Não espere ter vontade de ler a Bíblia. Apenas faça e esteja certo que os resultados virão. O fortalecimento, as experiências com o Deus, a força que vem do alto, aquilo para o qual você nasceu pra viver. Do contrário, seu pecados ocultos se tornarão um "7x1" notório. Todo mundo vai comentar. Todo mundo vai se escandalizar... 

- Rapaz, você viu a seleção? 

- Rapaz, sabe fulano? Caiu.

Pense nisso...


Um comentário:

Receba Nossas Atualizações Por Email!

Link Within

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...