quinta-feira, 9 de maio de 2013

Ministério Infantil Na Igreja E Seus Erros Mais Comuns





A importância do ministério infantil na igreja

Sobre o Ministério Infantil na Igreja e Seus Erros Mais Comuns, podemos destacar:





1) Tentativa

Entrar no ministério infantil apenas para ver se é a sua é o mesmo que experimentar ser pastor assumindo uma igreja apenas para saber se tem chamado pastoral. Definitivamente, não é o lugar apropriado para experiências particulares referentes a uma indecisão no serviço cristão. Perde-se tempo, o seu, o dos outros tios e especialmente o das crianças.

2) Transformar as salinhas em centros de entretenimento


Até mesmo os pais chegam a ter a percepção de que a utilidade maior do ministério infantil é distrair as crianças para que eles possam assistir os cultos sossegadamente. Isso é menosprezar o potencial e a capacidade de entendimento dos pequeninos. É falta de senso do papel de cooperador com os pais na educação espiritual e na fundamentação cristã desde a mais tenra idade.

3) Transformar as salinhas em "salas de aula" 


O regramento é necessário, porém, o regime de escola deve ser mantido longe das ministrações para que haja sobretudo satisfação de se estar ali. Não é incomum o exagero levar a uma ineficácia quanto ao verdadeiro objetivo. Tio do infantil ali não é apenas um professor e a criança não é meramente um aluno.

4) Ser indiferente


Isso passa pela didática, porém, especialmente pela temática das ministrações. Se você forçar aceitação, está no lugar errado. Se a sua maior preocupação é dar todo o cronograma, está no lugar errado também. Você está ali para servir e para entender que as necessidades do grupo podem não ser aquelas que você acha que são. Ser indiferente é negar que crianças / pré-adolescentes fazem parte de uma geração que já nasceu na época da web 2.0. Isso significa uma outra maneira de compreender e lidar com a informação. Ater-se a modelos antigos ou a uma didática forçada é servir única e exclusivamente por interesse próprio.

Como Evitar Os Erros Mais Comuns do Ministério Infantil na Igreja


Especificamente em relação aos apontados acima, há uma necessidade de vocação, talvez, em dose maior do que em outros departamentos da igreja. Até porque você não pode contentar-se em cumprir a escala apenas. Você está lidando com vidas! É importante estar lendo a respeito não apenas dos temas abordados, porém, sobre o público (faixa-etária) ao qual você ministra. Seus desafios, sua realidade no mundo atual. Pode parecer um pouco demais num primeiro momento, mas volto a frisar que nosso século é outro. A distração da garotadas são os "ais" (ipad, iphone etc.). Portanto, ou você busca capacitação, ou desperdiçará um dos melhores tempos para se edificar um cristão.

Permaneçamos firmes!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Link Within

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Direitos Autorais Preservados