quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Desfrute do que tem sabendo que Deus é melhor


"Todo aquele que quer ser meu seguidor deve amar-Me bem mais do que ao seu pai, mãe, esposa, filhos, irmãos ou irmãs - sim, mais do que a própria vida; caso contrário, não pode ser meu discípulo. E ninguém pode ser meu discípulo se não carregar sua própria cruz e seguir-Me". Lucas 14.26-27. [A Bíblia Viva]

Nossas igrejas não precisam de curiosos. Pessoas que se achegam para ver como é, quem sabe aqui é igual àquela que eu vi na tv e eu possa conseguir o meu milagre. Talvez, por isso, Jesus não se impressionasse com a multidão que começava a lhe cercar e reivindica o governo de suas vidas. Essa entrega não significava obedecer apenas a lei moral, mas, requeria ir além. Eis o ponto crítico do cristianismo.
.
Jesus entendia muito bem de relacionamentos e, por isso, desafia os ouvintes. Nós realmente nos apegamos demais a coisas e a pessoas e, isto, pode represar o fluir de Deus em e por meio de nós. Ser capaz de conseguir um bom sustento [pai], conforto [mãe], amar e ser amado [esposa], obter realizações pessoais/profissionais [filhos], ser aceito e bem quisto [irmãos e irmãs] é algo que nem todos conseguem. Muito menos, depois de conseguido, abrir mão por causa do Reino de Deus.

Ora, não foi para isso que fomos criados, e, infelizmente, em alguns lugares, não é para isso que somos discipulados. Ou se enfatiza quase que uma vida monástica ou uma vida de conquistas e vitórias, porém, sem a cruz. Não é pecado sentir falta de coisas comuns como, por exemplo, morar num lugar bacana. Pecado é fazer disso a condição de felicidade ou não desconsiderar sua efemeridade. Jesus Cristo é bastante claro ao falar "carregar sua própria cruz".

É algo específico a você. Nem sempre temos vontade de fazer a Obra de Deus, nem sempre estamos tão espirituais e, nesse momento, carregar a cruz faz todo sentido. Porque ela era um lugar para os homens mais vis da sociedade e, pode ser, que pai, mãe, esposa, irmãos e irmãs assim lhe tratem por causa de sua fé. Por não entenderem o peso do seu ministério e, então, você terá que escolher a quem amar mais, a quem aborrecer.

Eu incentivo você a crer na Bíblia de todo o seu coração. Obedeça a convocação e seja também um carregador de cruz. Vale a pena abrir mão de um "não tô a fim" para evangelizar, pregar...  Vale a pena dizer não para o seu regozijo, porque Deus é melhor! Deus é melhor que esposa, filhos, pais, irmãos e amigos. Deus é melhor. Desfrute o quanto lhe for possível de tudo que você tem e se não for apenas mais um curioso, saberá quando terá que trocá-los pela sua cruz.

Permaneçamos firmes!

Achou o artigo de utilidade pública? Compartilhe clicando em SHARE, Curtir ou comente pelo Facebook.

Bookmark and Share

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba Nossas Atualizações Por Email!