terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Um Vírus Letal Chamado "Achismo"


Então disse Saul a Samuel: Antes dei ouvidos à voz do SENHOR, e caminhei no caminho pelo qual o SENHOR me enviou; e trouxe a Agague, rei de Amaleque, e os amalequitas destruí totalmente; 1Sm15.20

Saul havia sido ungido pelo próprio Deus e tinha suas experiências e sucessos para contar. É curioso que tamanha autoridade e imponência não o livra daquela que é uma das piores armadilhas contra um servo de Deus: o achismo.

Mesmo repreendido por Samuel, Saul faz ponderações sobre sua correção e de maneira covarde, isenta a si mesmo de qualquer tipo de equívoco dizendo "Mas o povo tomou do despojo ovelhas e vacas" (vs. 21). Ele empurra a responsabilidade para os seus liderados sem notar que ele próprio havia cometido um pecado terrível - ter poupado Agague, rei de Amaleque, quando o Senhor orientou "destrói totalmente a tudo o que tiver, e não lhe perdoes" (vs. 3).

Há uma frieza espiritual sorrateira entrando pelas frestas de nossas portas. Internet, tv, amigos a todo instante pregam seu relativismo sobre tudo. Uma conversa sorrateira num tom de voz amigável sussurra palavras doces ao nosso ego; combustível da carne que confunde os ouvidos. Saul tinha tanto potencial, potencial para muito mais daquilo que tinha conquistado até então. A Bíblia não diz ao certo como aconteceu nem quando; apenas, registra que ele contraiu um vírus de auto poder destrutivo: o "achismo".

Numa mistura de auto-defesa e total incompreensão das coisas do espírito ele afirma com veemência a Samuel, "antes dei ouvido à voz do Senhor". Noutras versões, a ênfase, "pelo contrário". O rei de Israel esquecera como é se arrepender. Pede a Samuel que o acompanhe; sabe como é, pegaria muito mal para ele sendo rei... enfim. Saul fez segundo queria fazer e tinha certeza absoluta que aquilo "era de Deus". Tudo não passava de  "achismo". A sepultura se abriu...

Isto é uma lição das mais doídas e um alerta para os dias maus em que vivemos. Pensamos que estamos bem, somos espirituais fazendo tudo certinho como manda o figurino, entretanto, é a Palavra de Deus, a Bíblia Sagrada quem dá o diagnóstico preciso de quem somos. Ela nos ensina a sempre buscar um lugar de arrependimento e aproveitar as misericórdias do Senhor, que duram para sempre. Oremos por nós mesmos, então. Que nunca nos esqueçamos de nos afligir e chorar nossas misérias. Que nunca esqueçamos o caminho do arrependimento. Oremos pelos "sauls" de nossos dias, clamando a Deus o Seu perdão e a Sua misericórdia por eles para que se reencontrem no Caminho. 

Enquanto isso, sepulturas estão abertas.

Não sejamos nós a cair dentro delas!
Amém. 
--
Este blog é melhor visualizado com o Mozilla Firefox.
Lembrou de alguém ao ler o artigo? Compartilhe com ele. Clique no botão abaixo:

Bookmark and Share

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba Nossas Atualizações Por Email!