quarta-feira, 7 de abril de 2010

Se é errado cobrar para pregar por que os livros evangelicos são tão caros?



Dia 15 próximo, encerra-se uma feirinha de livros no centro de minha cidade. São várias barracas que vendem livros novos e usados dos mais diversos assuntos. Como leitor inveterado, não me privei de visitá-la por três vezes a fim de aproveitar alguma promoção.

Chamou-me a atenção o movimento à procura de livros espíritas. É sabido que os seguidores de tal religião têm por hábito a leitura assídua (de livros, livros mesmos, não livretos) acerca de sua fé. Talvez haja um ligação com o centenário de Chico Xavier, eu não sei ao certo, mas, realmente o número de pessoas a procurar seus títulos não era pequeno. Detalhe: muitas de suas obras custavam a bagatela de cinco reais! Isto mesmo, cinco reais. Precinho bastante convidativo para quem gosta e isto foi algo que me deixou a pensar. Eu investi setenta reais adquirindo um livro sobre Orçamento Público, dois sobre Finanças Pessoais, um Motivacional e três de ficção (edição de luxo de histórias de faroeste). Não comprei nenhum livro evangelico ou porque não valia a pena ou porque o preço era um impecilho e tanto. Sinceramente não consigo compreender o motivo deles serem tão caros...

Quem sabe se não usassem tanto espaçamento entre linhas "1,5", se o tamanho da fonte não fosse "14", se a capa não fosse dura ou não tivesse aqueles detalhezinhos do tipo letras prateadas, os custos pudessem ser reduzidos. Vejo autores que criticam os pregadores que cobram para pregar ou cantores gospel lançarem mão dos mesmos artifícios de vendas para promovorem suas "obras".  Não defendo nenhum dos dois, mas, um livro sobre qualquer assunto da vida cristã não deveria ter como objetivo maior divulgar o Reino de Deus e, por assim dizer, facilitar, então, o acesso a ele? Por isso, como diz o apóstolo Paulo "todos pecaram e destituídos foram da glória de Deus". Óbvio que existe um custo que precisa ser pago, mas, fico perplexo quando entro numa livraria cristã e qualquer livreto de cinquenta páginas custa trinta e poucos reais.

Outro dia, ouvi numa rádio de notícias uma reportagem sobre a tendência de extinção dos livros de papel. O chamado livro eletrônico (e-book) é algo inevitável e uma realidade para muitos. Reduz os custos drasticamente e democratiza o acesso ao levar sua mensagem de maneira viral pela web. Eu aderi rapidamente à ideia e confesso ter ficado surpreso quando ouvi classificarem o donwload dos tais e-books como pirataria. Se o autor visa o lucro e até justificável. No caso dos cristãos, penso eu, é provável estar de acordo com a lógica mercadológica, porém, nem tanto de acordo com a lógica do evangelho (ir e pregar a toda criatura...). Sinceramente, se quer ganhar dinheiro, procure vender outra coisa, mas, não dá pra ficar relinchando contra a democratização virtual e consequentemente contra os livros evangelicos online.  Nunca entendi direito o porquê de tanta discussão se o Código Direito Penal assegura no art. 184, parágrafo 4°:

§ 4o O disposto nos §§ 1o, 2o e 3o não se aplica quando se tratar de exceção ou limitação ao direito de autor ou os que lhe são conexos, em conformidade com o previsto na Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998, nem a cópia de obra intelectual ou fonograma, em um só exemplar, para uso privado do copista, sem intuito de lucro direto ou indireto." (NR)
  
Como diz o outro: a regra é clara.  De repente, se descobriu um filão mercadológico e qualquer um passou a se autodenominar escritor. Tem a cara de pau de chamar de livro coisinhas que eu considero "recadinho em papel de pão" e depois se auto-entitula "autor de vários livros sobre...". Ora, vejam só! Não importa que cresçamos... Pega mal, por exemplo, usar a idéia de um autor católico para escrever sobre águias e galinhas. Quinze reais por uma notinha de rodapé maiorzinha é caro e muito caro. Se há quem pague... vida que segue.

Aos que prezam por um bom conteúdo, eu aproveito para recomendar os livros de um pastor amigo meu. Seu projeto é inovador porque ele disponibiliza livros evangelicos para baixar. Isto mesmo, livros evangelicos gratuitos de sua autoria compartilhados no formato pdf. Clique aqui para fazer o download. Eu indico o título "Liderando Lobos", muito bom para quem trabalha com jovens cristãos.

Se você, por um acaso, é autor de algum livro, gostaria muito de ouví-lo e até mesmo mudar minha concepção, se assim for necessário, acerca do preço cobrado pelos livros evangelicos. Até o momento, pretendo frequentar outras feiras e livrarias e adquirir as obras de outros segmentos, que não o gospel, uma vez que os mesmos não cabem confortavelmente no meu bolso.

Permaneçamos firmes!

Achou o artigo interessante? Compartilhe-o nas suas redes sociais Twitter, Facebook... clique no botão abaixo.


Bookmark and Share


 

Um comentário:

  1. a paz!!!!!!!! mnensagem forte verdadeira, essa e a forma que penso[de graças recebeste de graças vos dai], Deus te abençõa

    ResponderExcluir

Receba Nossas Atualizações Por Email!

Link Within

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...