segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Ateus Messiânicos - Saiba Como Lidar Com Esse Vale De Ossos Secos



É Possível Um Crente Ser Incrédulo?


vale dos ossos secos feito de ateus messiânicos


A sensação de Ezequiel na passagem do vale de ossos secos (capítulo 37) foi de, no mínimo, hesitação para não falar em descrença. Suas palavras foram sábias quando perguntado se aqueles ossos poderiam ressuscitar. Para os cristãos de hoje essa é mais uma passagem dentre outras que nos fazem crer no poder da ressurreição dos mortos. Agora, o que dizer sobre ressuscitar vivos? Sim, vivos ou ao menos como também está escrito pessoas que “tem o nome de que vivem, mas estão mortas”. Sobre isso, o que se pode fazer?

É espantosa a experiência de se deparar com crentes que estão cheios de pragmatismo. Cheios dos seus “achismos” e raciocínios lógicos. Chega a ser triste, porque um morto pode ressuscitar especialmente - eu acho -  porque ele não tem como opinar, sabe? Ele não tem como resistir ao poder de Deus. Já alguém que está pleno de suas faculdades mentais, como poderá reviver se insiste em resistir? Resistência essa até involuntária, porque eles apenas replicam sua cultura. São produto do meio.

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

3 Motivos Pelos Quais Os Falsos Mestres Se Perpetuam No Poder



Igrejas Cheias De Almas Tão Vazias. Por Quê?



Na história da humanidade muitos impérios se mantiveram por longos anos. Vamos nos apegar aos seus valores e daí entendermos que o sistema operacional nunca morreu. A maneira de fazer as coisas vem se repetindo nas mais diversas organizações e, portanto, não seria diferente no que se refere às igrejas evangélicas. É intrigante pensar que mesmo com tantos exemplos históricos muitas pessoas compõem e mantém o funcionamento desses pequenos impérios. Quais seriam, então, as possíveis causas para a perpetuação dos falsos mestres no poder?