sábado, 14 de dezembro de 2013

Funk Ostentação, Rafinha Bastos e Você


Funk Ostentação, A Espinha No Seu Nariz!




Hã? É! O funk ostentação pode estar mais próximo de você do que você pode imaginar. Assista esse vídeo do Rafinha Bastos e, caso não se enquadre no perfil descrito, parabéns, você é uma exceção concreta. Porém, Mais fácil será você reconhecer que o funk ostentação esfrega na sua cara o que você mais deseja e trabalha tanto para ter. Ele expõe a sua soberba, o seu egoísmo e materialismo acentuado! Então, você diz que não é bem assim e que tudo isso é um grande porcaria. Pode ser assim...

Mas, onde você estava enquanto esses jovens estavam no anonimato? Indo além, você, enquanto evangélico, onde estava? E o que ofereceu como opção para que esses garotos trilhassem um caminho diferente? É muito fácil falar atrás de um teclado de computador, se você não conhece e nunca sentiu o cheiro da pobreza. Se você tem seu plano de saúde em dia pago pelos pais. Ora, por favor, rapaz, olhe pra você!

Acho engraçado ao ver pessoas que nunca fizeram nada pra mudar a realidade difícil da periferia posarem de críticos musicais. Não trabalham com cultura, nunca escreveram nem versinhos de correio de amor na festa da escola e se põem a falar do que não sabem. Se tem tanto conhecimento, por que não o utilizam ajudando os jovens do subúrbio a terem outras perspectivas? Porque são como uma caneta que não escreve, não servem pra nada.

O seu olhar míope lhes permite enxergar o funk ostentação apenas como uma futilidade juvenil. Já citei que a mensagem pode ser pobre sim, mas olhando o aspecto social como não considerar os pontos positivos? Digamos que um deles lhe ouça e pare agora com o show, então, o que você tem a oferecer? Pense nisso. Saiba que ao menos nenhum deles perderá sua casa nas próximas enchentes. É possível que isso não diga muita coisa a você, entretanto, conta demais pra quem conhece de perto essa realidade.

E quanto aos evangélicos, por favor, você não precisa usar a Bíblia pra justificar seu desejo por ascensão. É justo, é razoável e até necessário, pois, do contrário, dificilmente você vencerá na vida. Salomão, arrisco-me dizer, foi o rei da ostentação. No início do livro de Eclesiastes, ele relata que tudo o que seus olhos viram que era bom, ele obteve. Então, vai lá, rapaz! Corra atrás, trabalhe duro e conquiste. Sem apelações. Sem essa de Malaquias 3.10, pois, se assim o for, fica chato comparar que depois de tanto tempo seus dízimos ainda não lhe fizeram contar "os plaquê de 100 dentro de um Citroen".

Mais sobre o Funk Ostentação:




Outras postagens sobre o tema:

Funk Ostentação E Os Evangélicos

Ostentação Gospel 





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba Nossas Atualizações Por Email!

Link Within

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...