segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

4 Coisas Que Aprendi Em 2012



Conservatória - RJ

1) Não saia do ventre do grande peixe antes do tempo. Lá pode ser o centro da vontade de Deus para você, portanto, não intente ajudá-lO apressando as coisas. Eu sei, você não está entendendo nada! O que será que Deus quer de tudo isso? Eu já estou cansado! Ok, porém, saiba que se Ele está nesse negócio, há de providenciar o alívio para que você suporte até o final. Aguente firme porque depois de três dias o grande peixe te expelirá, ainda que depois ele arrote pelos quatro cantos que foi você quem pediu pra sair. Isso não mudará a sensação de dever cumprido. Poder olhar no espelho e cantar "Eu nunca me vendi. Eu nunca me entreguei".

2) Facebook de alguns irmãos e ministérios é igual ao Fale Conosco de algumas empresas, ou seja, não serve pra nada. Tentar se comunicar utilizando a rede foi um grande stress já aqui relatado [Clique Aqui]. Dizem que as pessoas no "feissi" são todas felizes e diferentes, mas acho o contrário. Eu vejo que elas são exatamente como na vida real. Superficiais o serão assim em qualquer lugar. Centradas em si mesmas. Tanto que defendem sua imagem e a mantêm sem nada que possa comprometê-la. Exemplo: ela não te exclui da lista de amigos, mas altera as configurações de modo a aparecer sempre off-line pra você. Isso não equivale a te encontrar na rua e fingir que não te conhece?

3) E Projota tem razão! Colega eu tenho 20, Amigos eu tenho 6, Que eu vejo sempre, só 4, Qu'eu posso contar, Só 3.

4) Cada vez mais difícil prosseguir sendo evangélico. Rapaz, não é mole não! Nesses 11 anos e meio de estrada, já vi, ouvi, vivenciei muita coisa. Eu me pergunto se quero e preciso continuar fazendo parte das estatísticas e estar inserido num grupo religioso menestrel em incoerências. Reflexão evangélica. Sem falar nas metas. Metas de horários, reuniões, escalas, pessoas que aceitaram Jesus, panfletos distribuídos, novos convertidos, pessoas que se batizaram, pessoas que você está enviando para o retiro, pessoas que você envia para os ministérios da igreja, pessoas que você está formando como novos líderes. Pessoas?

Cara, os evangélicos em muitos casos te afastam da família e daqueles que fazem parte de tua história bem antes deles chegarem, tudo em nome de pagar o preço. Eles te afastam da cultura e das artes dizendo que é para a sua santificação e fazem você engordar um outro mercado, o mercado gospel. Eles me afastaram do rap porque me ensinaram que o rap serve ao diabo. Só que por um golpe do destino ao evangelizar em favelas, quase dez anos depois, quem eu encontro exercendo o papel que a igreja deveria exercer? Detalhe: não é rap gospel não (que já se contaminou em parte com a Babilônia e cobra cinco, dez, vinte mil por "ministração"). 

Reflexão evangélica. Ser evangélico é cansativo porque aqui você só prega de gravata, lá você prega sem gravata desde que seja uma palavra de amor, aculá você não prega de jeito nenhum, quer pregar? Vai pra praça! Aqui pode usar bermuda só em casa, lá bermuda na igreja também desde que você não suba hierarquicamente. Aqui tem escola bíblica dominical, lá não tem, aculá tem curso disso e daquilo, mas nada de Teologia porque Teologia é coisa do homem e Jesus mandou ir e pregar. Aqui tem curso de batismo, lá não tem curso de batismo. Aqui não fala em línguas durante o culto, lá fala, aculá só quando tem mover. Aqui não se toma vinho, lá se toma. Aqui música do mundo é pecado, lá não é, aculá é e não é, sabe comé quié?

Reflexão evangélica. Ser evangélico é querer ganhar cidades e nações, mas missões urbanas... bem, esse não é o nosso chamado, né? Deus levantou cada igreja evangélica para um público específico. Véio, véio, minha avó tá maluca! Evangélico morador de comunidade congregando em igreja dentro de comunidade passava por nós sem nenhum bom dia, a paz do Senhor. Eles não se unem, parecem não comungar da mesma causa. Parece religião distinta uma da outra, cada igreja evangélica. Enquanto uma de fora, na cracolândia, outra, de dentro, no ensaio do louvor. O que é isso?

Reflexão evangélica. Não quero mais ser evangélico desse jeito aê. Gás de fofoca, vingança, manipulação, gangsta gospel brincando de Al Capone jogando com vidas e mentes vazias.  Estevãos mortos. Não quero mais não. E, então? Ser cristão? De preferência; tentando ainda porque seria pretensão me considerar um pequeno cristo como os irmãos da igreja primitiva. Mas, prossigo nessa rota imitando-os assim como eles imitaram a Cristo. Na simplicidade, nas pedradas, escárnio e acusações... na exaustiva dedicação àqueles que foram eleitos pelo Eterno a fim de que alcancem o conhecimento de toda a verdade. No cuidado dos órfãos e das viúvas. Na sociabilidade com os diferentes. No rolé com os aliados.

E que venha 2013!

É nox.


2 comentários:

  1. "na exaustiva dedicação àqueles que foram eleitos pelo Eterno a fim de que alcancem o conhecimento de toda a verdade"... Em 2012 foram 79 postagens de discussão, ensino e cuidado, enviadas diretamente do Trono, promovendo a "atualização da tradição" cristã no país. Que em 2013 os montes se deitem, ampliando os horizontes, aumentandos os pastos, multiplicando o rebanho e abrindo novas oportunidades de semear a Palavra. Deus abençoe a sua vida e o seu ministério, irmão André. Hoje e sempre.

    ResponderExcluir
  2. É nox, meu aliado!

    Lembre-se de mim nas suas orações.

    Abração,

    ResponderExcluir

Link Within

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...