quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Minha Experiência com o Oficina G3


Depois de 7 anos compareci a uma apresentação do Oficina G3 e como foi bom ver que a paixão por Jesus ainda corre nas veias de Juninho Afram, Jean & cia. Foi extremamente regozijante vê-los fazendo o mesmo som de dez anos atrás - época da minha conversão - e que em todo esse tempo eles se mantém constantes e firmes na carreira que lhes foi proposta.

Em dias nos quais ainda se discute se música secular é pecado, o Oficina G3 quebra barreiras e consegue propagar a mensagem do evangelho do reino entre aqueles cuja mensagem normalmente gera repulsa. Talvez, eles o fazem não da maneira que você considera adequada, mas, há de convir que o fato de não ser da sua maneira não siginifica que não seja da maneira de Deus.

Fico realmente empolgado ao falar deles, porque, em especial o Juninho, tem aquilo que é uma pedra de tropeço para muitos e chega a ser cobiçado por pastores: os aplausos do mundo. Curioso é que não foi algo a ser buscado por eles - quem acompanha a banda há anos sabe disso. Ver o guitarrista pregando a simplicidade de Jesus e enfatizando as bençãos espirituais é a certeza de que Deus realmente aviva a Sua obra ao longo dos anos. Revitaliza aqueles que há tanto tempo estão com as mãos no arado.

Em dez anos muita coisa aconteceu. Infelizmente, alguns que estavam ao meu lado cantando O Tempo, naquela época, hoje não estão mais. Desvio e desânimo lhes tiraram o vigor. Enquanto isso, Mauro (o vocalista) ainda manifesta o poder que se aperfeiçoa na fraqueza fazendo uma apresentação impecável enquanto sua esposa está em tratamento de um câncer. Jean permanece eletrocutado no teclado. Afram sempre cristocêntrico em suas palavras [recordo quando o PG se desligou do grupo e ele afirmou que aquele era um tempo de esperar em Deus, pois, o Oficina não era cabide de emprego]. Enfim...

Aprendo que uns terão mais outros menos, mas, todos terão talentos dados por Deus. Mais interessante é lapidá-los e aperfeiçoá-los, pois, o Oficina G3 foi chamado para levar a Palavra por meio da música e isso o fazem há vinte anos. Não entraram em outras áreas, não sentiram de Deus uma direção para lançar cds solos. Eles continuam fazendo exatamente a mesma coisa, só que o fazem com excelência. Portanto, não se deixe limitar pelo discursso de que quando é pra Deus, Deus recebe porque é feito com o coração. Ok, isso não é mentira, porém, vire a página, foque no que foi chamado pra fazer e faça muito bem feito. Assim, os anos passarão e você terá forças pra Continuar...


Abro os meus olhos já é de manhã
À noite é menor cada dia

Os dias às vezes parecem iguais
A guerra é minha rotina

Peço forças
Pra continuar
Peço forças
Prá poder lutar

Luto pra sobreviver
Com os olhos voltados pro céu
Espinhos me fazem sofrer
Resisto na luta com a graça de quem já venceu

Fecho os meus olhos a noite já cai
Começo a tratar minhas feridas
Olho pros céus com os joelhos no chão
Abro os braços pra graça divina

Peço forças
Pra continuar
Peço forças
Prá poder lutar

Nada vai nos separar do teu grande amor
Mesmo caminhando em dor, sou mais que vencedor


[Amém]
Este blog é melhor visualizado com o Mozilla Firefox.
Qual é a sua opinião sobre o assunto? Deixe seu comentário aqui, pois, ele é muito importante.
Achou o artigo de utilidade pública? Compartilhe.
Bookmark and Share

Link Within

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Direitos Autorais Preservados