quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Eleições 2010 - você tem medo de que?


As eleições são um momento em que se observam as paixões filosóficas se inflamarem. Em se tratando de candidaturas à presidência da República, os ânimos ficam muito mais exaltados e o extremismo evangélico se evidencia por meio de interessantes aspectos.


Em primeiro lugar, se houvesse uma preocupação genuína com esse tema, ela viria acompanhada de uma adequada instrução. Seja no informativo mensal da igreja, seja afixando no quadro de avisos, explicações sobre o mecanismo legislativo se fariam presentes. Desta maneira, as  pessoas compreenderiam que não surte nenhum efeito votar em candidatos de coligações opostas. Entenderiam o conceito de governabilidade e como se dá a aprovação de um projeto de lei, no Congresso Nacional. O desconhecimento sobre tais assuntos, dá margem à manipulação e, sendo assim, por que ele não é combatido? Será apenas por mera ignorância do topo eclesiástico que escorre para o meio da congregação ou porque ele é conveniente?


Em segundo lugar, a falta de educação política dá uma tonalidade espiritualista ao processo eleitoral no qual a única preocupação passa a ser a opção religiosa dos candidatos. Ora, se assim o fosse, o estado do Rio de Janeiro deveria ser a nova Sião. O casal evangélico que por longos anos o governou, além de não efetuar melhorias por meio de sua administração, hoje, vêem-se nas manchetes policiais. Outro ponto curioso, em relação a isso, é o fato de a massa evangélica lançar mão de um artíficio contrário à sua crença: a fofoca. Afinal de contas, spam (mensagem de e-mail não solicitada) com fatos não comprovados (diga-se de passagem) nada mais é do que fofoca. Isto demonstra à vulnerabilidade do cristão moderno a qualquer tipo de vento de doutrina ou informação infudada.


Em terceiro lugar, muitos líderes evangélicos, além de não educarem o seu povo, são os primeiros a alardearem o terror eleitoral. Um aspecto por eles abordado é a medonha teoria da conspiração cuja maior vítima será o povo de Deus, caso determinado partido consiga maioria no Poder Executivo e Legislativo. Por outro lado, algo que chama atenção é a tolerância (de longos anos) com a Maçonaria. Donos de poderosas organizações gospel se encontram aliançados com tal irmandade sem jamais terem sido criticados por isso. Deputados evangélicos usando suas rádios com interesse meramente capitalista e eleitoreiro sem jamais terem sido criticados por isso. Como cantava o outro, "a burguesia fede!".


Um outro aspecto em relação à "guerra ao terror" é o medo de que leis de cerceamento religioso sejam aprovadas, num futuro próximo. Ora, mas, se houver perseguição no Brasil você tem medo de que? Fico a imaginar como seriam investidos de forma muito mais útil os milhões de reais pagos em programas de tv [1], caso houvesse a proibição dos mesmos. Se perseguição religiosa fosse um tema importante, algum deles já teriam abordado a situação dos missionários na Janela 10-40 e da Igreja Perseguida. Não sei se é do seu conhecimento, mas para enviar uma Bíblia para a China Comunista você não precisa de uma semente de R$ 900,00. Apenas R$ 9,00 é o suficiente, incluído o frete! Talvez, o medo da perseguição se dê porque ela traria a luz a podridão ocultada pelas câmeras de tv. Assistiria-se, quem sabe, a algo semelhante ao acontecido na Alemanha nazista quando inúmeros pastores acabaram por se render ao sistema em detrimento de sua fé.


Por tudo isso, faz-se necessário buscar o conhecimento e ampliar a capacidade crítica dos fatos. Política pode não ser um assunto tão instigante, porém, requer de cada cidadão uma consciência que se constrói apenas por meio de adequada informação. Não por suposições infundadas ou opiniões alheias.


[1] "Eu gasto mais de 1 milhão de reais por mês com televisão, sem ter estruturas de igrejas para me bancar, sem ter nada disso. Mas,como Deus é fiel, e Ele é o dono do ouro e da prata, Ele tem tocado em corações e tem feito milagres". Pastor Silas Malafaia, fonte: A Paz do Senhor. Org


Apóstolo da Mundial questiona atitude do missionário da Igreja da Graça, que comprou programação na emissora [Rede Tv] por R$ 200 milhões. Fonte: Portal Você Para Deus.

Este blog é melhor visualizado com o Mozilla Firefox.
Lembrou de alguém ao ler o artigo? Compartilhe com ele. Clique no botão abaixo:


Bookmark and Share

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba Nossas Atualizações Por Email!