quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

O mundo e suas cinzas




Como você se sente agora? Depois de mais um carnaval, tanta coisa aconteceu e lá vem você com a sua mesmice de sempre. Afinal, “faz parte”. Você se julga o tal, mas, é tão manipulável... Estou vendo você pra lá e pra cá por ruas apertadas. E você que diz não ter dinheiro pra nada, mas, daqui eu contemplo as caixas dessa coisa que chamam de cerveja... Estranho... Para comemorar não sei o que...

Cuidado! Você está sendo roubado! Eu vi quando tirou dinheiro no banco para comprar as fantasias, as drogas, as passagens.... Você pagou metade em dinheiro e metade no cartão. É sua “obrigação” não é? É "de lei" não é? Contemplei as células da sua pele sendo furadas pelas agulhas dos anabolizantes. O negócio é ficar grande, mermão... você diz... Hum... curioso... você derrama sangue, sente dor e marca a sua carne para o deus sentado no trono do seu coração: seu próprio ego! Vive como se tivesse domínio de seus dias e pudesse controlar o amanhã. Tudo bem. Não não... não sou um Deus que se deixa escarnecer!

Vejo você trocando minha Palavra por sugestões de amigos, dicas do orkut. Vejo seus achismos regrando seus atos e sua sabedoria. É só isso que ela consegue fazer? Olhe bem pra você... é só isso? Se ama o mundo, ame o mundo e suas cinzas.

Eu sinto o cheiro do seu mau hálito na manhã desta quarta-feira. O cheiro de vômito no tapete. O cheiro de incensos misturado ao daquela erva. Sua cabeça dói. Seu corpo dói. Foi tão divertido, não foi? Você dançou tanto!

Eu também ouvi o som da sua prostituição. Seus urros. Sua incontinência. As trocas. As novas experiências. Vi sua pupila dilatada pela “onda”. Ouvi seus pedidos, antes da festa, aos outros deuses e os vi entrando em você. Posso te ver por dentro, agora. Sua alma vazia e suas células danificadas. Têm também uns corpos estranhos. Eles estão se multiplicando rapidamente, estão aos milhões, rapidamente se proliferando. Eles estão comendo o seu corpo por dentro... Talvez, tenha sido seu último carnaval... Talvez... mas, pelo menos você aproveitou... não foi você mesmo quem disse que iria se acabar?

E se você está afastada de mim ou afastado... bem...

Eu me lembro bem do primeiro dia em que você entrou na minha casa. Eu lembro de quando desajeitado falou comigo em oração pela primeira vez. Eu lembro do seu batismo nas águas e também do dia em que te batizei com meu Espírito e com o fogo. Eu lembro dos dias em que você fez tanta força para acordar de madrugada para orar a mim. Sabe aquele dia em que você pegou no sono? Você adormeceu porque eu estava acariciando a sua cabeça...

Rs... lembro de quando ficou feliz ao tocar pela primeira vez pra mim. Sua primeira pregação. Seu sonho era ser missionária. E você filho, que queria ser pastor... Meus olhos estavam sobre ti quando você venceu a masturbação e não cedeu à lascívia. Sofri junto contigo quando teus colegas te escarneceram e te abracei naquele dia em que você brigou com a sua mãe e pensou em desistir. Eu me inclinava para te ouvir cantar enquanto lavava a louça, mas...

O tempo foi passando, você se julgou forte demais. Já não fazia as mesmas coisas de antes, você me deixou esperando tantas vezes... Agora, eu não posso fazer nada com esse altar de desculpas que você construiu. Suas palavras não surtem efeito nenhum. Na verdade, você nunca deixou de amar o pecado, eu sei.

Agora... o que tens a fazer? Andas no escuro embebecido do vinho do inferno. Nem mesmo sentes o cheiro de enxofre em tuas narinas. Então vá! O que pretende fazer, faze-o depressa (Jo13.27).

“Quem é mau, que continue a fazer o mal, e quem é imundo, que continue a ser imundo. Quem é bom, que continue a fazer o bem, e quem é dedicado a Deus, que continue a ser dedicado a Deus”. (Ap. 22.11, BLH)

Quem é você?

Você é quem você quer ser?

Não sou um Deus de desculpas. Eu conheço meus filhos e eles me conhecem. Portanto, se tu és quem pensou um dia ser, sabe do que eu estou falando agora! Sabes o que há de ser feito!

Talvez o perdão está no lugar onde você caiu.

Todo o glamour deste mundo está por fim. Este século está acabando. Lembrarás das minhas palavras e do meu povo. Acharás muito pior o silêncio fúnebre que o barulho dos meus templos. Não serás mais incomodado pelos meus.

Sua compainha poderá ser um “anjo triste” perto de você...

Uma febre que não passa...

E um sorriso sem graça...

Junte suas cinzas enquanto pode!

"Não amem o mundo, nem as coisas que há nele. Se vocês amam o mundo, não amam a Deus, o Pai. Nada que é deste mundo vem do Pai. Os maus desejos da natureza humana, a vontade de ter o que agrada aos olhos e o orgulho pelas coisas da vida, tudo isso não vem do Pai, mas do mundo. E o mundo passa, com tudo aquilo que as pessoas cobiçam; porém aquele que faz a vontade de Deus vive para sempre".

1Jo 2.15-17



sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Já posso suportar





Eu sigo em frente nessa estrada eterna
Com cicatrizes tão profundas quanto as que o arado deixa na terra
Muita pressão está sobre minhas pernas
Com lágrimas nos olhos pois se conta uma história bela
Quantas vezes parei porque cansei
Quantas vezes chorei porque tive medo
Quantas vezes
Nem sei quantas vezes
Meu bom Senhor só Tú sabe quantas vezes
Meus ombros sangram por causa das feridas que neles se abriram
Esse é o preço por carregar
O peso do concílio mas eu não desisto
Não vou largar no chão a arca da aliança
Pois a marca da promessa está sobre minha testa
Meus pés inchados doem de tanto caminhar
Mas vou ignorar pois tenho lutas pra travar
Deixo sangrar
Pois a força que está em mim já pode suportar

As dores do mundo
Já posso suportar
As guerras e aflições
Já posso suportar
Pela força que em mim está
Já posso suportar
Já posso suportar

O maior dos espíritos habita em mim
Eu sou a casa que Ele escolheu para morar
Por causa disso
Já posso suportar

No final de tudo eu vou poder dizer
Que lutei o bom combate
Acabei a carreira
Guardei a fé
Hei de terminar minha batalha em pé
Um dia desses que eu não sei ao certo qual é
Isso acontecerá
Até lá não deixarei de acreditar
Que maior é O que está em mim do que o que está no mundo
Sendo assim enfrento tudo
Tornou-se limpo o imundo
O excluído agora é aceitável
Fortaleces o frágil
Imaginável
É o que ainda se reserva pros que crêem
Maravilhas e vitórias divinais de um Rei
Então buscarei
Quantas vitórias eu puder eu Lhe dedicarei
Por Teu intermédio é que as obtive
Mesmo nos dias difíceis
Dias infelizes
Trarei o recordo que o meu Deus vive e não está morto
Seu Espírito habita meu corpo
Eu estou nEle e Ele em mim
Por isso eu canto

As dores do mundo
Já posso suportar
As guerras e aflições
Já posso suportar
Pela força que em mim está
Já posso suportar
Já posso suportar

O maior dos espíritos habita em mim
Eu sou a casa que Ele escolheu para morar
Por causa disso
Já posso suportar

Eu sei que as aflições e tribulações que passo aqui
Jamais vão se comparar com a glória que há de se revelar

As dores do mundo
Já posso suportar
As guerras e aflições
Já posso suportar
Pela força que em mim está
Já posso suportar
Já posso suportar

O maior dos espíritos habita em mim
Eu sou a casa que Ele escolheu para morar
Por causa disso
Já posso suportar



(Senhor... obrigado... obrigado por eu conhecer, ter e poder ser amigo de verdade...

Obrigado por me confiar as tuas pérolas. Obrigado por gerar vida em meio à morte.

Obrigado pela nova família... pelo teu cuidado... pelo teu amor, Senhor!

Obrigado por me fazer sentir na carne as doces consolações do teu Santo Espírito!

Senhor...

Obrigado!)




terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

In Memorian...

==============================================================



Agora é tarde de terça-feira, dia 17.02...

Recebi um telefonema a respeito do meu brother Guilherme... ah, Guilherme... o cara era ponta-firme. Mulekão de 20 anos, cheio de vida e de planos... a gente se conheceu meio que por acaso e acabamos fechando no lance de vendas de perfume. Cara sangue bom, trabalhador às pampas... pensava grande... queria melhorar, estudar, queria prosperar pra melhorar a condição da família... o brother morava na periferia do RJ. Tinha uma namoradinha e tal... e curtia umas fanfarras... enfim, um cara normal.

Lembro quando veio aqui em casa pela primeira vez. Íamos fechar um planejamento de metas para os negócios, mas, antes disso, conversamos um pouco sobre vida pessoal. Compartilhei com ele como é a vida de crente... como Jesus mudou e continua mudando minha vida e a vida da minha amada esposa... minha namorada na época da conversão... as semelhanças com o Guilherme eram grandes... e por isso, não podia deixar de contar como é maravilhoso ter Deus em nossas vidas e também do que Deus poderia fazer na vida dele e de sua namorada... eu não era mole e ele nem acreditou quando contei de meus surfs no trem... bailes funk... e tudo mais... o cara pirou, ficou de bobeira mesmo... Deus transforma e muda a vida de qualquer um, eu disse a ele...

Na hora de ir embora, eu convidei ele pra reunião de célula que acontece toda terça aki em casa... ele meio sem graça disse, Cara... amanhã eu não venho não... não curto essas paradas... Tudo bem. A Palavra fora pregada e o convite fora feito. Numa outra oportunidade conheci a sua mãe e seu irmão, fui lá na casa dele conversar sobre os negócios... a mãe dele mt gente fina, crente também... Falei um pouquinho da minha igreja, convidei a todos para irem visitar ou assistirem pela tv... infelizmente, eles acabaram não indo... Orei por ele, então... não ficava toda vez que nos encontrássemos tocando no assunto de igreja e tudo mais. Sabe aqueles crentes-chatos? Argh... Não não... porque não é por força nem por violência...

Enfim...

Recebi um telefonema a respeito do meu brother Guilherme... ah, Guilherme... ele foi assassinado, confundiram ele com outra pessoa..................................................

?

Se você está recebendo esse e-mail e ainda não é crente é porque eu me lembrei de vc... que vc é um cara ponta-firme igual a ele... e que talvez tenha dito um dia ao receber o meu convite ou o convite de outra pessoa... "vôvê... vamu vê... de repente...". Talvez tenha até ido... mas, tipo "não rolou"... Pow, brother... pensa e repensa direitinho porque na Bíblia tem um frase escrita: "Se pedirem a tua alma hoje, o que você tem vai servir pra que?". Depois que fechar os olhos aqui, game over. E se vc está lendo esse e-mail é porque o game over não chegou pra vc ainda... pensa nisso... pensa nisso...

No amor de Cristo,

irmão André
Teu Alliadoo

Porque alguém tem que ter a cabeça numa bandeja de prata...





domingo, 8 de fevereiro de 2009

Nem todos que dizem Senhor, Senhor...


O jornal CORREIO ESPÍRITA, dezembro 2008, de Niterói (RJ), traz em destaque na capa a participação de Billy Graham em fenômenos espirituais. Billy, conforme o jornal, narra a conversa de sua avó (ainda viva) com seu avô (já falecido).

Da página 2 do CORREIO ESPÍRITA, dez/2008, lemos o seguinte:

“Recentemente, o conhecidíssimo pastor americano de nome Billy Graham, famoso por seus mega shows conheceu de fato a vida espiritual relatada em entrevista inédita ao jornalista Lee Harrison do tablóide americano National Enquirer , editado em San Diego, no Estado da Califórnia – EUA, quando pôde constatar que assistiu a morte da sua avó, já algum tempo em estado de coma.

Assim narrou o pastor ao National “... o quarto de dormir se encontrava as escuras e de repente iluminou-se com uma luz espiritual . A avó começa a falar com seu esposo morto há muitos anos, e avô do pastor Billy, onde Billy pôde constatar de fato que era seu avô Bem (morto). Foi incrível, disse ao jornalista, que jamais poderia imaginar que poderia passar por uma experiência onde um vivo pudesse conversar com um morto na sua frente, face a face.”

Fonte: http://www.correioespirita.org.br