sábado, 22 de março de 2014

Discernimento Espiritual | Pr. Ed René



Na postagem O Trabalho Do Profeta Moderno (Clique Aqui) foi enfatizada a vivência de cada cristão durante o processo de amadurecimento. Falar mal de pastores e igrejas para evitar a frustração dos que ali estão é infrutífero, até porque cada um tem o cálice devido.

E para não ficar apenas nas minhas palavras, eu compartilho um vídeo do Pr. Ed René Kivitz:


Permaneçamos firmes!


O Trabalho Do Profeta Moderno

 

É papel do profeta evitar o cálice dos outros?



Falar mal de pastores
Aproveitando a postagem Como Ser Profeta Nos Dias De Hoje? (Clique Aqui), cabe delinear um pouco mais o ponto onde é falado sobre a questão das experiências próprias de cada um. A Bíblia registra um momento peculiar em que Jesus Cristo diz ao Pai que não gostaria de passar pelo martírio e crucificação - o cálice. Quem sabe não seja isso que muitos convertidos que despertaram do sono em que se encontravam não estejam tentando fazer ao criticar pastores e denominações: passar o cálice dos que ainda "dormem"?

Quem sabe, seja o ímpeto de salvar da decepção? Seja a sensação de liberdade que faz tão bem a ponto de querer compartilhá-la com todos. Essas coisas levam o crente a evitar que os demais experimentem aquele cálice amargo de outrora. Um cálice de opressão, de falso evangelho, de sentimentalismo barato e de roubo emocional e físico. Com intuito de fazer o bem, o dedo em riste é o mesmo que tecla com força as denúncias publicadas na web. Também digita indiretas sem fim e edita  vídeos sensacionalistas.

Mas, será que o fim justifica os meios?


O poder produz os mesmos homens ao longo da história. Ele não escolhe cor, nem nacionalidade, não dá sem antes estragar. No seu jogo, sempre há dominador e dominado. Suas leis são próprias e estão disponíveis agora mais do que antes quando apenas mestres e poucos livros ensinavam a respeito. Continuará a fazer suas vítimas, mas também seus ícones.

Esses sendo mais ou menos famosos e tendo grandes ou mini impérios conjugam o verbo sempre no mesmo modo: imperativo. Daí, combatê-los de maneira apaixonada é jogar fermento em massa de bolo. Até porque os súditos estão no momento de beber daquele cálice. Cada um por um motivo diferente, mas assim como você já esteve ali em reverência, entenda que outros estão e continuarão a estar. Tantos outros chegarão da mesma forma que alguns haverão de sair. Há um tempo determinado para todas as coisas e se nem mesmo Deus poupou Seu filho daquele cálice, por que você se atreve?

Mais vale, disse Jesus, a simplicidade da pomba e a astúcia da serpente. O Evangelho sozinho já cria bastante irritação e gera a devida rejeição. Logo, você não precisa fazer mais para perder os ouvidos da sua platéia...

Permaneçamos firmes!


quarta-feira, 19 de março de 2014

Como Ser Profeta Nos Dias De Hoje?


Em tempos de Novo Testamento há lugar para profetas do Antigo Testamento?



O intuito de qualquer cristão genuíno é abrir os olhos daqueles que estão cegos pelo pecado. Também daqueles que estão presos a ventos de doutrina, a vista precisa ser restaurada e para tal alguns cristãos tem-se por verdadeiros profetas do Antigo Testamento. Dedo em riste e metralhadora giratória a atirar palavras para todos os lados, em especial, lados que se dão como alvo fácil.

É compreensivo esse comportamento que foi potencializado pelas redes sociais. Sou blogueiro há quase 10 anos e lembro, no início, como a informação era bem mais limitada. Escândalos não eram lançados da maneira como são nos dias de hoje tendo sua platéia ávida por notícia. Criaram-se, então, os justiceiros gospel, aqueles que em nome de Deus, "acorretam" pastores em postes virtuais.

E quem já abandonou uma denominação por causa de denúncias de um profeta?


Lembro de um caso concreto e incontestável: o casal Hernandes da igreja Renascer acusado e condenado por crime de contrabando de divisas [saiba mais Clique Aqui]. Isso é um fato, não uma difamação sem fundamento. À época, sim, muitos membros saíram, mas apesar de tudo isso, o que vemos? Dezenas de "carnês de gideão" sendo feitos diariamente. Cultos sempre cheios na nova sede. Novas igrejas sendo abertas. Por quê?

Primeiro, porque existe um tempo para todas as coisas. Ainda que você queira despertar e alertar alguém, todos precisam ter suas próprias experiências. É assim que acontece quando se é adolescente. Por mais que os pais falem, ele prefere pagar pra ver devido à sua imaturidade. Portanto, não dê pérolas a quem não as quer.

Outro aspecto é que denominacionalismo envolve muita emoção. O sentimento de pertencer a um grupo é muito mais forte do que palavras, ainda mais quando as palavras são duras! É como ouvir alguém falar mal da própria mãe. O discurso não tem eco.

Agora, como reflexão, cabe perguntar: será que em tempos de Graça, Deus levantaria profetas como do Antigo Testamento? Profetas que atacassem reis e sistemas apenas com discurso? O Reino de Deus é chegado no meio de nós, entretanto, por vezes, perde-se o foco no desejo por justiça à moda da lei de talião! A boa intenção não impede de a questão ser levada para o âmbito pessoal, o que faz tapar os ouvidos daqueles que poderiam reter algo de positivo.

É por essa razão, a ineficácia, que o alvo deve ser a promoção do evangelho genuíno. Sejamos profetas sim, mas profetas que espalham as boas novas em amor e serviço. Afinal, por pior que sejam alguns líderes, não há que se tomar o lugar de Deus na história. Isto porque, como escreveu o profeta Isaías, nem os loucos errarão o caminho e porque a Babilônia tem dia e hora para cair!

Permaneçamos firmes!