sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Série Discernimento # 08: Ataque O Pastor E As Ovelhas Se Dispersam



Essa postagem é sequencial integrando a coleção Como Ter Discernimento Espiritual - A Série. Clique Aqui  para entender o contexto e o intuito do texto abaixo.


LEI 42 - ATAQUE O PASTOR E AS OVELHAS SE DISPERSAM


JULGAMENTO

A origem dos problemas em geral pode estar num único indivíduo forte - o agitador, o subalterno arrogante, o envenenador da boa vontade. Se você der espaço para essas pessoas agirem, outros sucumbirão à sua influência. Não espere os problemas que eles causam se multiplicarem, não tente negociar com eles - eles são irredimíveis. Neutralize sua influência isolando-os ou banindo-os. Ataque a origem dos problemas e as ovelhas se dispersarão.


ALGUNS TÓPICOS DA LEI

# Em qualquer grupo, a origem dos problema é uma só: aquele sujeito infeliz, cronicamente insatisfeito, que sempre criará desavenças e contagiará o grupo com seu mau humor. Antes mesmo que você perceba, a insatisfação já está disseminada. Aja antes que seja impossível resolver caso por caso, ou saber como tudo começou. Primeiro reconheça os causadores dos problemas por sua presença autoritária, ou por sua natureza lamurienta. Identificando-o, não tente corrigí-lo ou agradá-lo - isso só vai piorar as coisas. Não ataque direta ou indiretamente, pois são venenosos e trabalharão em segredo para destruí-lo. [...] Exile-os antes que seja tarde demais. Separe-os do grupo antes que se tornem o olho do furacão. Não lhes dê tempo para gerar ansiedades e semear descontentamentos; não lhes dê espaço para agir. Que sofra um só, para que o resto possa viver em paz.

# Aprenda a lição: não perca tempo chicoteando em todas as direções o que parecer ser um inimigo de muitas cabeças. Descubra quem importa - a pessoa com força de vontade ou esperteza ou o que é mais importante, carisma. Por mais que isso lhe custe, tire esse indivíduo dali, pois uma vez ausente os seus poderes perdem o efeito. O seu isolamento pode ser físico (exilando ou mantendo-o longe da "corte"), político (estreitando a sua base de apoio) ou psicológico (alienando-o do grupo por meio de calúnias e insinuações). O câncer começa com uma única célula; extirpe-a antes que se torne incurável.

# Um elemento-chave nos jogos estratégicos é isolar o poder do inimigo. No xadrez você tenta encurralar o rei. No jogo chinês de go você tenta isolar as forças inimigas em pequenos bolsões, deixando-os imóveis e ineficazes. Quase sempre é melhor isolar os seus inimigos do que destruí-los - você parecerá menos brutal. O resultado, no entanto, é o mesmo, pois no jogo do poder o isolamento significa morte.

A forma de isolamento mais eficaz é quando você separa as suas vítimas da sua base de poder. Quando Mao Tsé-tung quera eliminar um inimigo da elite governante, não o enfrentava logo; trabalhava silenciosa e furtivamente para deixá-lo isolado, para dividir os seus aliados e afastá-los dele, reduzindo o apoio que lhe davam. Não demorava muito para o sujeito desaparecer.


APLICAÇÃO NO UNIVERSO EVANGÉLICO

Alguém é retirado de uma função. Verdade: aplicação da lei. O que eles contam: ele merece um descanso.

Alguém é retirado da liderança. Verdade: aplicação da lei. O que eles contam: Deus tem algo novo pra ele.

Alguém é desligado da igreja sumariamente. Verdade: aplicação da lei. O que eles contam: ele pediu pra sair.

O isolamento é para forçar a saída da ovelha-problema. Tire-a das atividades e faça sentir-se deslocada, sem ambiente, mas faça sempre com traje de espiritualidade e bondade. É para o bem dela, para ela ter mais tempo de buscar a Deus. Agora é tempo só de receber. Alguns roem a corda de imediato, poucos suportam o mau cheiro e esperam a baleia vomitá-lo. Uma vez fora, pintam-lhe a caveira, regozijam-se com seu poder. Pensam que o problema está resolvido. Será?


CONTRA-PONTO

A ausência física pode resolver parte do problema para o manipulador, porém, como ele fará para apagar as lembranças? Como fazer para apagar a convivência? Momentos são reais e marcam. É o que fica. Mais do que palavras, atitude. Principalmente quando elas transparecem autenticidade. Os que ficarem terão a lembrança quase que como um fantasma, uma chama que ainda desvanecendo irá tomar fôlego vez ou outra.   O isolamento cria lendas... que serão eternizadas pela história. Quem nunca suportou a presença, terá que conviver com o nome. E aquele maluco lá?, alguns perguntam. Enfim...

Você pode falar o que quiser e fazer o que quiser. O agradecimento nos olhos daqueles que conhecem a verdade, basta. Inclusive, seu menosprezo também. Quando finge não conhecer, quando finge não ver para não ter que cumprimentar, finge que nós nunca existimos... nossas digitais estão por toda parte! Nossa presença incomoda. Pense nela nos cultos de santa ceia...

Muito obrigado por nos transformar em lenda!


Mensagens da série (clique no título para ler)

Série Discernimento #01: Jogue Com A Necessidade Das Pessoas De Acreditar Em Algo


Mensagem pré-série:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Link Within

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Direitos Autorais Preservados